Tudo sobre o novo jogo: Marvel’s Spider-Man

Marvel’s Spider-Man é o novo título desenvolvido pela Insomniac Games, o estúdio responsável por incríveis jogos como Ratchet and Clank e Sunset Overdrive.

O novo Spider-Man traz um novo Peter Parker!

O Peter Parker que nos é introduzido em Marvel’s Spider-Man é bastante diferente do Peter Parker que nos é apresentado pelo “Marvel Cinematic Universe” no “Spider-Man Homecoming”. Sendo que no jogo conhecemos um Peter que é um brilhante cientista, que tem um relação ON/OFF com Mary Jane, e que também consegue gerir a sua vida pessoal com a de vigilante.

Um jogo com uma história diferente dos filmes

Penso que o mais  interessante neste universo paralelo de Spider-Man é a forma como certas personagens são tratadas como por exemplo: Mary Jane e Jonah Jameson.

Mary Jane em vez de ser actriz é nos apresentada como uma repórter para o Daily Bugle enquanto Jonah Jameson neste universo tem um  Podcast que pode ser ouvido pelo jogador enquanto explora Nova York.

O jogo inicia com uma sequência de acção incrível onde a polícia está a tentar prender Wilson Fisk (Kingpin) e para isso está a conduzir um All-in Assault à Fisk Tower e claro que Spider-Man junta-se à polícia para os auxiliar nesta difícil tarefa.

Desde o momento que controlamos Spider-Man pela primeira vez percebemos que este é um super herói mais experiente,  já conhece as suas limitações e domina perfeitamente os seus poderes e também de que já combate o crime há já algum tempo.

Um novo e refrescante Spider-Man!

O combate deste jogo é refrescante mas ao mesmo tempo familiar, tomando alguma inspiração na série de jogos de Batman mas dando-lhe um twist que se adequa perfeitamente ao Web-head, onde que o botão de counter é substituído por um dodge e existe um maior foco no combate aéreo.

Existem seções de stealth onde o objectivo é eliminar os inimigos sem que nenhum deles alerte a presença do Aranhiço.

Para auxiliar o nosso herói tanto nas seções de combate como nas de stealth, o jogador tem acesso a diversos gadgets que podem variar entre Trip Mines que colam um inimigo à superfície mais próxima, às web bombs que prendem diversos inimigos num único impacto a Spider drones que eletrificam os inimigos.

É possível customizar o Spider-Man visualmente com diversos fatos que o jogador vai desbloqueando gradualmente quer quando evolui de nível quer quando completa certos objectivos.

Muito pode ser alterado no novo jogo

O jogador também tem a opção de mudar os efeitos de todas as passivas de Spidey quer tendo acesso a várias habilidades onde pode escolher três, ao suit power e a um skill tree onde o jogador pode trocar skill points por novas habilidades.

Nunca foi tão bom percorrer Nova York como em Marvel’s Spider-man, ao contrário de alguns títulos anteriores onde as teias do aranhiço nem precisavam de estar presas aos edifícios para este se balançar neles.

As missões principais levam a narrativa em frente, mas são as Side-quests e actividades que fazem com que os jogadores se percam neste mundo, estas que variam entre derrotar Thugs do Kingpin, colecionar malas antigas com itens sobre o backstory de Peter Parker e apanhar apanhar pombos.

As actividade mais interessantes na minha opinião são introduzidas ao jogador pelas estações da Oscorp que estão espalhadas por Nova York que mostram cenários e situações diferentes de todas as outras que nos são apresentadas ao longo do jogo.

Visualmente o jogo está incrível apresentado uma fidelidade gráfica sem paralelo e conseguindo detalhar tanto as personagens deste mundo incrível como Nova York e os seus famosos pontos de interesse como o Times Square e o Empire State Building.

Em suma Marvel’s Spider-Man é uma carta de amor aos fãs do aranhiço e um dos melhores jogos que 2018 no trouxe, mal podemos esperar pela próxima adaptação que a Marvel vai trazer ao mundo dos videojogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *